Portfólio de Embriologia


AULA TEÓRICA 07 – 1ªsemana de desenvolvimento

Posted in Uncategorized por bruno89 em outubro 8, 2008

      Na aula de hoje aprendemos sobre clivagem e implantação.

       Clivagem é o nome que se dá ao processo específico de divisão celular equacional (=mitose) no ínicio do desenvolvimento embrionário, pelo qual o zigoto, também dito célula-ovo, originará a multicelulariedade do embrião.

       Nos humanos, a clivagem é holoblástica, rotacional e assimétrica. Ela dá origem aos blastômeros, que irão se dividindo e so tornando cada vez menores, pois nessa fase o zigoto não cresce.

       As divisões são assincrônicas e se iniciam 30 horas depois da fecundação. Até oito células são totipotentes.

   

      Podem ocorrer error durante a clivagem, como a não disjunção durante as divisões iniciais, podendo gerar um embrião com dupla linhagem celular =mosaico. Exemplo: 1% dos casos de Síndrome de Down têm mosaicismo em diferentes proporções.  Quanto menos células trissômicas, o fenótipo e menos acentuado.

      Quando o zigoto apresenta aproximadamente 16 células, ele passa a sofrer um processo de Compactação , que dara origem a mórula. Essas células se manterão compactadas através de junções comunicantes realizadas por molléculas de adesão como a uvomorulina e conexina 43.

    Na compactação as células mudam de forma por alterações do citoesqueleto, aumentando assim a superfície de contato entre as células.

    Ao chegar ao útero 4 dias após a fecundação as células sofrem diferenciação, formando o trofoblasto e o embrioblasto.

     O trofoblasto forma o cório, é responsável pela nutrição do blastocisto e não entra na formação do corpo do embrião.

      Já o embrioblasto forma o embrião. Também contribui para a formação do âmnio e saco vitelino.

     

    Quatro dias após a fecundação, aparece uma cavidade inicialmente formada por flúidos produzidos pelos blastômeros em compactação, a BLASTOCELE. Ela se amplia com a entrada de Na+ na cavidade atraves da bomba  Na+ / K+ ATPase presente nas células trofoblásticas.

     Envolvendo o blastocisto há a zona pelucida, ela serve para manter os blastomeros unidos epara evitar q o concepto seja rejeitado pelo organismo materno. Também impede q ocorra a implantação pré- matura do embrião na parede da tuba uterina, por esconder os receptores de sperfície.

      Quando estão chegando no útero as células do trofoblasto secretam a enzima STRIPSINA que degrada a Zona pelúcida . Entã o embrião ECLODE.

      

      Após a chegada do blastocisto na cavidade uterina ( 3 a 4 dias depois da fecundação), ocorre a implantação. A professora definiu a implantaçao como sendo uma conversa molecular entre mãe e filho. Nessa fase ocorre uma série de modificações, resultando na interação entre o trofoblasto e o endométrio.

   As moléculas envolvidas na implantação e adesão inicial são as seguintes:

   Interleucina I, Fator inibidor da Leucemia, Fator estimulador de colônias, fator de crescimento endodérmico.

    O trofoblasto então se diferencia em sincicio trofoblasto e citotrofoblasto.

    Nessa aula a professora nos apresentou o seguinte caso clínico:  

    Para ocorrer a implantação, a parte que deve interagir com o enométrio é o trofoblasto. Porém , algumas vezes isso não ocorre, e quem vai interagir com o endométrio é o embrioblasto. Com isso somente a placenta irá se desenvolver e mesmo assim a mulher terá sintomas de gravidez e até mesmo o teste Beta-HCG indicará  gravidez. Esse caso é chamado de OVO CEGO. Para diagnosticar rpecisamente é necessário a realização de uma ecografia.     

 

  

     Esa aula foi ótima, pois além de aprender bem a matéria , a professora Patrícia nos ensinou como agir nesses casos. O quanto é difícil explicar para a paciente que ela não está grávida, apesar de vários exames mostrarem o oposto, e como é difícil falar também para a paciente que possui apenas uma placenta em seu útero.

 

 

 

  

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: